Para muitas pessoas não é mais uma novidade que o Brasil ocupa a 5ª posição no ranking mundial dos países que mais enviam spans. Porém o que muitas pessoas ainda não sabem é que depois de sete anos de negociação com operadoras, provedores Internet, Minicom, Anatel e Ministério da Justiça, o Comitê Gestor da Internet informou no dia 23/10, que até dezembro, os provedores vão fechar o acesso dos usuários residenciais banda larga fixa a porta 25, utilizada por spammers para o disparo de mensagens indesejadas. A porta que deverá ser utilizada para o envio de e-mails será a porta 587. Alguns provedores já atenderam a essa resolução e bloquearam a conexão a porta 25.

Qual a diferença básica entre a porta 25 e a porta 587?

Para a utilização da porta de submissão 587, a autenticação no envio é obrigatória, sendo necessário que todos os MUAs dos clientes reconfigurados para a utilização da nova porta e fornecimento de credenciais.

A porta 25 é voltada para comunicação máquina a máquina e não é gerenciada. As novas portas são gerenciadas e há um controle muito mais efetivo para reprimir a atividade spammer. Além de fechar a porta 25, o Brasil está costurando acordos internacionais para colaborar no combate ao envio de spams.

Fica a dica: Se seu provedor de internet já bloqueou a porta 25 para o envio de e-mails, use a porta 587. Os dados para a autenticação no envio devem ser vistos com seu provedor.

Fontes:

http://www.antispam.br/admin/porta25/definicao/

http://www.antispam.br/admin/conf-servicos/correio/

Gerência da Porta 25 para o envio de e-mails

Post navigation


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*